SOU FORTE, SOU GUERREIRO, SOU BRASILEIRO!

SOU FORTE, SOU GUERREIRO, SOU BRASILEIRO!
Enquanto Houver Razões Eu Não Vou Desistir

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

GARANTIR DIREITOS E CONSTRUIR TRAJETÓRIAS : 1º ENCONTRO LGTB DA UNE

Evento acontece em meio à programação da 9ª Bienal da UNE, no Rio
Acontece no próximo dia 5 de fevereiro, na Fundição Progresso, centro do Rio de Janeiro, o 1º Encontro LGBT da União Nacional dos Estudantes (UNE). Sob o tema ‘’Garantir direitos e construir trajetórias ‘’, o evento acontece dentro da programação da 9ª Bienal.
Para a diretora LGBT da UNE, Larissa Passos, o encontro poderá aprofundar não apenas o debate sobre educação, mas também dialogar com a cultura. ‘’ Esse encontro acontece no ano do aniversário de uma década da Diretoria LGBT, e também dentro da 9ª Bienal da UNE, o que é muito especial. O próprio tema ”Vozes do Brasil” contribui para a riqueza do evento. Vamos colorir essas vozes”, exclamou.
O intuito do encontro será promover o debate sobre as dificuldades e avanços no espaço da universidade para estudantes LGBT e as relações com o mundo do trabalho.
‘’ Infelizmente hoje não temos em todas as universidades o uso do ‘’nome social’’ aprovado, nem a reforma no currículo para garantir a diversidade sexual e de gênero que a sociedade necessita. A UNE mais uma vez reafirma seu compromisso com a defesa de uma educação laica. Esperamos todos no 1º Encontro LGBT da UNE’’, falou Larissa.
DEZ ANOS DE DIRETORIA  LGTB
No 49º Congresso da UNE, em 2005, a entidade aprovou a criação da Diretoria de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgênero – GLBT e também propostas importantes, em sua resolução. Com a luta feminista pela visibilidade das mulheres a sigla foi alterada para Diretoria de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgênero – LGBT.
Um dos projetos já articulados e difundidos é o “Universidade Fora do Armário – UFA”, que deu o ponta pé inicial à organização do movimento estudantil LGBT, fortalecendo e ampliando aliança com o movimento social. Muitos dos pontos das resoluções do longo da história da diretoria foram conquistados, contudo tantos outros precisam ser pautados e avançados.
A UNE, com seu peso institucional, político e social segue firme na luta em defesa da educação laica e da democracia do país, articulando o movimento estudantil com o intuito de promover cada vez mais possibilidades da entrada, permanência e saída de LGBTs nas instituições de ensino, combatendo todo e qualquer tipo de discriminação por orientação sexual e identidade de gênero em diálogo também com o mundo do trabalho. Entendendo que é construindo a equidade de oportunidades na educação, que a universidade terá meios para quebrar seus muros, dialogar com a comunidade e modificar o cenário social e do mundo do trabalho que ainda permanece LGBTfóbico. Só assim pode-se #GarantirDireitoseConstruirTrajetórias.
CONFIRA A PROGRAMAÇÃO
10h às 18h – Encontro LGBT – Garantir direitos e garantir trajetórias
Tema: Exposição
Local: Fundição

 10h às 12h – Encontro LGBT – Garantir direitos e garantir trajetórias
Tema: Mesa de debate: Garantir direitos e garantir trajetórias
Local: Fundição

12h às 14h – Encontro LGBT – Garantir direitos e construir trajetórias
Tema: Fechação – Dando Pinta e Lacrando na 9º Bienal da UNE #VozesDoBrasil
Grupo de Discussão:
1.Saúde
2. Mundo do trabalho
3. Transversalidade e interseccionalidade das opressões.
Local: Fundição

16h às 17h – Apresentação Bafão Queer
15h às 17h – Encontro LGBT – Garantir direitos e construir trajetórias
Tema: Roda de Dialogo – Universidade e as relações com o mundo do trabalho
Local: Fundição

17h às 18h – Encontro LGBT – Garantir direitos e construir trajetórias
Tema: Encerramento

Da Redação - UNE

Nenhum comentário:

Postar um comentário