SOU FORTE, SOU GUERREIRO, SOU BRASILEIRO!

SOU FORTE, SOU GUERREIRO, SOU BRASILEIRO!
Enquanto Houver Razões Eu Não Vou Desistir

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

9º BIENAL DA UNE LANÇA IDENTIDADE VISUAL

Baixe o cartaz do festival e distribua pela sua quebrada!
A 9ª Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE) lança oficialmente a sua identidade visual. A arte é inspirada no tema do festival, #VozesdoBrasil, um convite à reflexão sobre a linguagem no país. O evento acontece de 01 à 06 de fevereiro na Fundição Progresso e nos Arcos da Lapa, no Rio de Janeiro.
Quem pensou e traduziu o tema para dar cor ao cartaz oficial foi a Casadalapa, um coletivo de 15 artistas que divide residência em uma antiga casa na Vila Ipojuca, bairro antigo da Lapa, em São Paulo.
Sato do Brasil, artista gráfico e um dos criadores da arte – ao lado de Murilo Thaveira -, explica que um dos primeiros passos para dar vida à identidade visual foi estudar as ruas, “onde se manifestam as ideias e as reivindicações e onde se explora toda a ação do cotidiano”, como ele mesmo pontua.
A boca aberta como quem quer falar algo, as placas, as sinalizações, o pixo, o grafite, o lambe-lambe e as frases de efeito são meras conseqüências do espaço público onde todos nós estamos inseridos: “Pra viver a rua, é preciso estar nela. Andar por ela, botar os pés em seu chão, conhecer suas dobras, suas esquinas, suas quebras. Pisá-la com afeto, cuidado e força. Olhando pra ela, pra quem está nela. Observá-la como observamos quem a gente quer do nosso lado.”, disse Sato, o japonês que é famoso no instagram por registrar cliques diários do cotidiano em Sampa.
CASADALAPA
Formada em 2005, a Casadalapa reúne profissionais sob um mesmo espaço, potencializando o intercâmbio de trabalhos, experiências e, principalmente, a criação de obras coletivas. Diferentemente de outros coletivos, a Casadalapa não se organiza em torno de um único objeto. Basta passar na frente do casarão antigo, na Vila Ipojuca, para perceber a mistura de diversos tipos de artistas como grafiteiros, cenógrafos, fotógrafos, músicos, cineastas, diretores de arte, atores, artistas plásticos, djs e designers. 
É desta diversidade, do convívio coletivo e da experiência de rua, que nasceram diversos projetos ao longo da trajetória da Casadalapa. “Onde está o craque?”, “Enquadro I : Domingas”, “Enquadro II: Tiaguinho da Redenção”, “Enquadro III: Bica de Pedra”, “Verdim”, “Leopoldinas” são alguns filmes que podem ser encontrados na internet.
FAÇA DOWNLOAD DO CARTAZ

A Bienal é aberta a qualquer estudante.Para fazer o seu cadastro, é só clicar aqui, acessar o formulário online, escolher a sua opção e preencher os seus dados. A inscrição para os participantes que querem fazer oficinas, ir aos shows e participar dos debates e outras atividades tem o valor de R$60. As inscrições vão até o dia 18 de janeiro de 2015. Após sesta data, o valor da inscrição será de R$ 120. Estão isentos das taxas os estudantes cotistas, prounistas e do Fies.
A inscrição dos estudantes que vão participar por meio da inscrição de trabalhos na mostra selecionada é gratuita. As áreas que receberão trabalhos são: música, artes visuais, literatura, audiovisual, artes cênicas, ciência e tecnologia e projetos de extensão. Atenção: a inscrição de trabalhos vai até o dia 7 de janeiro de 2015.
Os selecionados para a mostra serão divulgados no dia 14 de janeiro no site da UNE e no hotsite da Bienal.
>>> Para fazer o seu cadastro, é só clicar aqui, acessar o formulário online, escolher a sua opção e preencher os seus dados.
>>> Para ler o regulamento da 9a Bienal, clique aqui.
>>>Outras informações serão divulgadas diariamente pelas redes: facebook.com/uneoficial efacebook.com/bienaldaune.
>>> Para saber mais sobre a 9ª Bienal, clique aqui.
>>> Para ler as perguntas frequentes da 9a Bienal, clique aqui.
>>> Para outra dúvidas, envie uma mensagem: contatobienal@une.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário