SOU FORTE, SOU GUERREIRO, SOU BRASILEIRO!

SOU FORTE, SOU GUERREIRO, SOU BRASILEIRO!
Enquanto Houver Razões Eu Não Vou Desistir

terça-feira, 31 de julho de 2012

QUADRILHA DE PREFEITOS ROUBAM MUNÍCIPIOS POBRE DO NORDESTE

Uma Reportagem exibida na noite deste domingo(29) pelo programa Fantástico, da Rede Globo, revelou que prefeitos de cidades muito pobres do Nordeste são acusados de promover eventos superfaturados e botar no bolso mais de R$ 60 milhões, que deveriam ser usados pra beneficiar a população.
.
A matéria mostra que, no papel, a JC Produções é uma experiente firma de eventos e nos últimos três anos venceu 231 concorrências de prefeituras. Faturou R$ 3 milhões. O endereço da sede da empresa é a casa da Joelma e do Seu Jorge, nuam rua simples, sem asfalto. O endereço deles foi usado para montar uma das empresas fantasmas envolvidas em um esquema milionário de desvio de dinheiro público. Ao todo, 27 pessoas foram presas. A quadrilha agia em 30 cidades paraibanas e em mais três estados do Nordeste.
.
No grupo havia até prefeitos: Francisco de Assis Melo, de Solânea, João Clemente Neto, de Sapé, e Renato Mendes, de Alhandra. O esquema foi desvendado pelo Ministério Público da Paraíba e pela Polícia Federal. O foco da quadrilha era o dinheiro de festas populares, como Carnaval e São João. Os prefeitos envolvidos tinham uma missão: fraudar contratos para que empresas de amigos conseguissem os serviços.

Prefeitos de Lajes e Passa e Fica perdem os cargos por infidelidade partidária


LUIZ BENES LEOCÁDIO DE ARAÚJO, PREFEITO DE LAGES/RN

Pedro Augusto Lisboa (Pepeu), prefeito de Passa e Fica/RN

Decisões prevêem que os vice-prefeitos dos dois municípios sejam empossados
Acatando ações do Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral), foram julgados procedentes hoje, 30 de julho, os pedidos de perda dos mandatos dos prefeitos dos municípios de Lajes, Luiz Benes Leocádio de Araújo, e de Passa e Fica, Pedro Augusto Lisboa.
Os prefeitos deixaram os partidos de origem, filiando-se a outras legendas sem justa causa. Os dois julgamentos por infidelidade partidária ocorreram em sessão extraordinária do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN).
De acordo com as ações do MP Eleitoral, os motivos de desfiliação dos prefeitos de seus respectivos partidos não estão previstos em nenhuma das hipóteses consideradas justas pela Resolução do Tribunal Superior Eleitoral que trata do assunto (Resolução-TSE nº 22.610/07).
As decisões do TRE/ RN prevêem ainda que as câmaras de vereadores dos dois municípios sejam comunicadas para que empossem os vice-prefeitos de Lajes e Passa e Fica.
Fonte: PRE/RN

NIZIA BARBOSA CRIA BLOG PARA DIVULGAÇÃO DE SUA CAMPANHA

A candidata a Vereadora, Nízia Barbosa está disponibilizando o link para aqueles que desejam acessar o seu blog e acompanhar suas ações na campanha, suas propostas, mensagens e perfil..  Basta clicar http://nizia40789.blogspot.com.br/ e acessar.

Nízia postula uma vaga na Câmara Municipal de Nova Cruz nessas eleições de 2012.

domingo, 29 de julho de 2012

Comitês partidários e financeiros já precisam prestar contas, parcial, dia 02 de agosto

Os comitês financeiros bem como os partidários devem já prepararem sua prestação de contas parcial...candidatos, comitês financeiros e partidos políticos têm até a próxima quinta-feira (2) para entregar à Justiça Eleitoral a primeira prestação de contas parcial de campanha. O prazo para entrega começou no sábado (28), conforme regra do artigo 60 da Resolução nº 23.376/2012, do Tribunal Superior Eleitoral.

Estes relatórios parciais objetivam dar publicidade à movimentação de recursos durante o curso da campanha, consistindo em demonstrativos contendo discriminação das receitas arrecadadas e dos gastos realizados até então por todos os entes atuantes no pleito (candidatos, comitês financeiros e partidos políticos).
De acordo com a resolução do TSE, esses demonstrativos devem ser elaborados por meio de utilização de software especifico desenvolvido pela Justiça Eleitoral, o Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE), e enviados exclusivamente pela internet.
Para isso, o usuário deverá instalar em seu computador o aplicativo, que já está disponível para download na sua versão atualizada (1.03), em http://www.tre-rn.jus.br/eleicoes/eleicoes-2012/prestacao-de-contas...
E devem prosseguir, conforme os prazos eleitorais, com as prestações de contas..para o bem dos candidatos, das coligações e da justiça eleitoral
 
Fonte:  Avança Tibau do Sul

NOVA CRUZ/ELEIÇÕES 2012 - BLOG DO PROFESSOR JOÃO MARIA

Foi dada a largada...

A noite deste sábado(28) foi dada a largada para a corrida eleitoral em Nova Cruz onde as duas coligações realizaram seus primeiros comicios.

A coligação "Nova Cruz mudando para o Rumo Certo" do candidato Cid Arruda Câmara teve como plateia os moradores do Alto de Santa Luzia.
Populares lotaram as ruas para  ouvirem o discurso de mudança na administração municipal de Nova Cruz. 




Já a coligação "A Força do Povo" do candidato Flávio Azevedo, escolheu a localidade de Lagoa Verde para apregoar o discurso na continuidade da gestão que Nova Cruz vem tendo no últimos quatro anos.



BLOG ROBSON PIRES: Paulo de Tarso confirma elegibilidade de Carlos Eduardo

O jurista Paulo de Tarso Fernandes (foto) afirmou, em entrevista ao programa Panorama Político, da Rádio Globo Natal, que a decisão da juíza convocada do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), Welma Menezes, coroa definitivamente a candidatura de Carlos Eduardo Alves (PDT) a prefeito de Natal.
A magistrada ratificou decisão do juiz Geraldo Mota, da 3ª Vara da Fazenda Pública, que suspendeu o ato da Câmara Municipal de Natal (CMN) de reprovar as contas do exercício financeiro de 2008, período em que o pedetista era prefeito da capital.
A decisão da CMN, se confirmada, poderia tornar Carlos Eduardo, que é candidato, inelegível. Paulo de Tarso explicou que o assunto está encerrado por um motivo que considera simples: “A lei da Ficha Limpa diz que o candidato deve ter as condições de elegibilidade no dia em que requereu o registro. Carlos Eduardo tem e, portanto, deve ter o registro deferido”, pontuou.
CLIQUE AQUI e confira a matéria completa na Tribuna do Norte
Fonte; Robson Pires

domingo, 15 de julho de 2012

MICAELLY, FILHA DO NOSSO AMIGO E RADIALISTA, MÉDICI CUNHA E NEIDE, SOPROU VELINHA HOJE

 Médici, Neide e sua filhinha, MICAELLY
Micaelly com seus amiguinhos
Gente bonita e jovem presente ao aniversário da Micaelly, Tarciane e Maria Santos.

 Amigos foram prestigiar o aniversário da Micaelly
Francineide ao lado dos amiguinhos que vieram dá os parabéns a Micaelly (centro)

Hoje a tarde foi comemorado com familiares e amigos o aniversário de Micaelly de 2 aninhos, filha do nosso grande amigo e radialista, Médici Cunha e Lucicleide.

Recebeu recebeu os convidados em sua residência no Sítio Maranhão, município de Nova Cruz/RN, entre os convidados estavam os radialistas, Claudio Lima e Eduardo Vasconcelos, esse último acompanhado de sua esposa Nízia Maria, seu filho Hudson Frank e de sua futura nora, Lays Oliveira.  Presente também o casal, Cid Arruda e Valéria. O professor, João Severino, Lenilson Costa, Jadson Costa, Caio Cunha Lima, Edmilson Salvador, Jandinho, Marcone e esposa e Abraão Paixão também compareceram a festinha.  Foi um momento alegre, onde todos se confraternizaram em torno da Micaelly.

Além dos amigos acima citados, Médici e família ficaram muitos felizes, pois vários outros amigos de profissão, vizinhos,entre outros foram abraçar a família.

Momento descontraídos, vários assuntos foram colocados em dia e no final todos cantaram o parabéns para a nossa MICAELLY.

"Corrupção nas prefeituras é pior que a seca do Nordeste", diz membro de ONG


Foto: Gardênia Oliveira
'Corrupção nas prefeituras é pior que a seca Do Nordeste'

[Entrevista / Márcio Moura - agrônomo da ONG Caatinga]

Fortaleza (Adital) - O sertanejo sabe conviver com a seca e, diante de um longo período de estiagem, como o que se abate pelo semiárido brasileiro, faltam investimentos governamentais para garantir qualidade de vida aos agricultores. Diante desse cenário, o lema do governo de combater a seca "é retrógrado", enfatiza o agrônomo Márcio Moura à IHU On-Line. Segundo ele, a "seca é cíclica, e devemos aprender a conviver com as adversidades de um fenômeno que é natural". 

Na entrevista a seguir, concedida por e-mail, Moura critica a transposição do Rio São Francisco, e frisa que se trata de "mais uma ilusão do governo, que acredita que se combate a seca com superestruturas, em vez de investir nos sistemas familiares, que já possuem uma dinâmica produtiva, a qual está relacionada com a segurança alimentar, com a comercialização e com integração com o meio ambiente". Para ele, a cultura assistencialista presente no semiárido dificulta o desenvolvimento da região. "As pessoas vendem o seu voto por uma carga d'água de carro-pipa, remédios, cimento. Por causa desse sistema, são eleitas pessoas com pouca capacidade de gerir em consenso com a sociedade, mas com muita capacidade de enriquecer ilicitamente", assinala. Os programas governamentais, como Bolsa Família, Garantia Safra, Bolsa Estiagem, complementa, auxiliam na compra de alimentos, mas "não resolvem o problema, apenas transferem para a próxima geração, pois não são políticas concretas, que consigam que esses excluídos possam ter acesso aos direitos humanos, econômicos, sociais, culturais. Na verdade, é uma maquiagem". 

Graduado em Agronomia pela Faculdade de Ciências Agrárias de Araripina - Faciagra, Márcio Moura é agrônomo da ONG Caatinga e coordenador do Programa de Políticas Públicas. Confira a entrevista.

Segundo notícias da imprensa, essa é a maior seca do semiárido dos últimos 50 anos. Como os sertanejos enfrentam esses períodos?

A região semiárida brasileira secularmente vive ainda o dilema da "Indústria da Seca". As populações já diagnosticaram previamente quais as necessidades em relação às estruturas hídricas, para garantir água para o consumo das famílias, dos plantios e dos animais. São necessários investimentos dos governos federal e estadual assim como aplicação dos recursos por parte dos municípios, para que se construam açudes, barreiros, barragens, perfuração de poços, sistemas adutores, a fim de que os agrossistemas possam ter sustentabilidade no período de estiagem.

Por outro lado, a sociedade civil organizada, através da Articulação no Semiárido Brasileiro - ASA (entidade criada em julho de 1999 como fórum de organizações que atuam em prol do desenvolvimento social, econômico, político e cultural do semiárido brasileiro), congrega atualmente cerca de 750 entidades dos mais diversos segmentos envolvidos com essa questão. Nela encontram-se organizações como as igrejas católica e evangélica, algumas ONGs, associações comunitárias, sindicatos e federações de trabalhadores rurais. Até este momento a ASA já viabilizou a construção de mais de 300 mil cisternas de placas de 16.000 litros para o consumo humano, o que vem diferenciando em relação à água de qualidade para as famílias agricultoras. Esse vem sendo um grande apoio para as famílias agricultoras que têm enfrentado a seca.

Para enfrentar os períodos relacionados à seca, muitos agricultores/as investem na cultura da estocagem, ou seja, guardam água e alimento para o consumo familiar. Através de técnicas e práticas como a silagem e fenação, asseguram o alimento para os animais e usam água do barreiro, poços e açudes para sustentarem o rebanho. Os que têm menos condições ainda vendem os animais aos atravessadores no período mais difícil, que é de junho a janeiro, e esperam chover no próximo janeiro para readquirir os animais, quando finalmente se iniciam as chuvas no sertão.

Como o semiárido aparece na agenda governamental? O governo brasileiro compreende quais são as necessidades e prioridades para a região?

O governo de Dilma é muito tecnicista, é mais preocupado com as metas, dialoga pouco com a sociedade civil organizada, tanto que está desvalorizando o trabalho da ASA, que desenvolveu uma metodologia participativa para implementar cisternas de placas de 16.000 e 52.000 litros, barragens subterrâneas, bombas populares e barreiros lonados. Essas propostas deveriam ser valorizadas, pois entendemos que a obra física deve vir agregada à construção do conhecimento técnico com o saber das famílias. Nesse sentido, as instituições realizam momentos de formação em agroecologia com as famílias, para que possam valorizar o meio ambiente e desenvolver uma agricultura mais sustentável, valorizando os saberes tradicionais.

Através do Ministro da Integração o governo federal está implementando caixas de plástico - visando à campanha eleitoral de 2012 -, as quais são fabricadas em São Paulo, ao dobro do custo das que são construídas de alvenaria pelas famílias da região. Outro equívoco, ainda do governo Lula e que continua no governo Dilma, é a transposição do rio São Francisco. O governo investiu milhões nessa obra, mas a inviabilidade está sendo demonstrada, pois o canal continua seco, rachando, e o ministro Fernando Bezerra Coelho continua solicitando mais recursos para consertar o que foi iniciado. É mais uma ilusão do governo, que acredita que se combate a seca com superestruturas em vez de investir nos sistemas familiares, que já possuem uma dinâmica produtiva, a qual está relacionada com a segurança alimentar, com a comercialização e com integração com o meio ambiente. O lema do governo é retrógrado: "combater a seca". Isso é uma ilusão, pois a seca é cíclica, e devemos aprender a conviver com as adversidades de um fenômeno que é natural. As famílias precisam de políticas para estruturação de seus sistemas com mais recursos hídricos, acesso a crédito, assessoria técnica mais qualificada, saneamento básico, educação de qualidade, enfim, é isso que a zona rural no sertão ainda precisa para que as famílias possam viver com mais qualidade e dignidade.

Como o senhor descreve o desenvolvimento social e econômico do semiárido brasileiro? A imagem de semiárido pobre e subdesenvolvido ainda permanece ou já começa a fazer parte do passado?

Acredito que houve avanços sim. Hoje estamos num período de seca, mas não há invasão a feiras livres. Existem os programas governamentais como o Bolsa Família, Bolsa Estiagem, Garantia Safra, Programa Brasil Sem Miséria, que são paliativos, mas acabam auxiliando na compra de alimentos. Esses são programas que não resolvem o problema, apenas transferem para a próxima geração, pois não são políticas concretas, que consigam que esses excluídos possam ter acesso aos direitos humanos, econômicos, sociais, culturais. Na verdade, é uma maquiagem. Mas não podemos generalizar, pois há o trabalho focado na agroecologia que a ASA vem desenvolvendo, inclusive com o Ministério do Desenvolvimento Social, no qual os agroecossistemas familiares foram estruturados, e as famílias consomem produtos livres de agrotóxicos, garantem a segurança alimentar, e o excedente comercializam na comunidade e na zona urbana, através das feiras agroecológicas. O semiárido ainda é feito de contratastes.

Quais são hoje os principais impasses ao desenvolvimento do semiárido? Além da concentração da água e a terra, que aspectos destaca?

Há uma cultura assistencialista, em que os aspectos eleitorais não são valorizados e na qual as pessoas vendem o seu voto por carga d'água de carro-pipa, remédios, cimento. Por causa desse sistema, são eleitas pessoas com pouca capacidade de gerir em consenso com a sociedade, mas com muita capacidade de enriquecer ilicitamente. A corrupção nas prefeituras municipais é um dos principais fatores para o entrave do desenvolvimento no semiárido, apesar de as organizações da sociedade civil organizada apoiar no trabalho com as associações. Ainda falta um despertar sobre a questão do voto, ou seja, são os velhos clãs que dominam a política local, passando de geração para geração. Há desvios nos recursos da saúde, educação, agricultura.

Há risco de desertificação do semiárido?

 O agronegócio e muitas famílias agricultoras realizam práticas como as queimadas e o uso desenfreado de agrotóxicos, o que vem causando danos à fauna e à flora. Já existem extensões de áreas como a do município de Gibués, no Piauí, que estão em processo de desertificação devido ao uso inadequado do solo. Segundo dados da Embrapa, 45% da área da vegetação da Caatinga já foi devastada. Portanto, isso é um sinal de que boa parte do solo está descoberta e exposta às chuvas, sol, e vento, que são os principais vetores da desertificação. Não existem programas ou políticas públicas voltadas para a revitalização de rios e riachos, nem de reflorestamento. Esses investimentos custam caro para serem realizados, mas é necessário avançar nos trabalhos educativos no sentindo da preservação, pois no campo jurídico existe uma boa legislação de preservação ambiental, mas não há punição.

Como a agroecologia tem sido desenvolvida no semiárido? Em que medida ela contribui para o desenvolvimento humano e sustentável de famílias agricultoras do semiárido brasileiro?

A agroecologia é um movimento crescente que precisa de mais apoio governamental, no sentindo da implementação da Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural, para que os técnico/as possam apoiar as famílias campesinas em relação a uma agricultura menos danosa e mais autossustentável. Quando se discute agroecologia, a família tem que estar envolvida, valorizando o papel e conhecimento dos jovens, das mulheres e dos homens, considerando também o conhecimento do técnico, pois é nesse intercâmbio de informações que se processa um novo conhecimento, em que o agroecossistema é visto de forma sistêmica, e que todos os sistemas de criação de animais, cultivos, frutíferas, hortaliças se integram através da biodiversidade, onde cada sistema auxilia o outro. A agroecologia já tem suas raízes fincadas no semiárido, com processos construídos com as famílias, processos esses sistematizados e socializados para as mídias televisivas, radiofônicas, blogs, redes de organizações. Até o governo está começando a se interessar.

Em que consiste a proposta de implantar sistemas agroflorestais como alternativa sustentável de produção no semiárido?

 O sistema agroflorestal é uma das propostas das entidades que desenvolvem o trabalho com a agroecologia. É uma forma de cultivo diversificado, em que mantém árvores nativas, e se faz podas para que a luz possa entrar e, assim, se possam cultivar frutíferas, hortaliças, plantas medicinais, roçados, capins, enfim, plantas que possuem simbiose e que possam estar no mesmo espaço. Nesses sistemas, o solo fica protegido e mais nutrido, as famílias ampliam a diversidade de alimentos para o consumo e para os animais. Nessa forma de cultivo não se utiliza queimadas, e é abolido o uso de agrotóxicos. As famílias também desenvolvem os quintais produtivos, onde cultivam ao redor da casa e complementam a produção e a geração de renda.

Qual a importância da Caatinga na preservação do semiárido brasileiro?

A Caatinga é um dos biomas mais complexos e ricos do mundo, há uma biodiversidade de plantas e animais que só existem no Brasil. Se bem manejada, a Caatinga fornece alimento para as famílias e para os animais, é uma fonte enorme de estudos para a medicina, onde se disponibilizam princípios ativos de plantas exclusivas para elaboração de remédios. Além da beleza e da capacidade de regeneração quando ocorrem as primeiras chuvas.

Quais são as principais reivindicações da Declaração do Semiárido, formulada durante a 1ª Conferência Regional de Desenvolvimento Sustentável do Bioma Caatinga?

Em Fortaleza, representantes de mais de 300 organizações governamentais e não governamentais discutiram e aprovaram a Declaração do Semiárido, durante a 1ª Conferência Regional de Desenvolvimento Sustentável do Bioma Caatinga. O documento apresenta uma série de compromissos e algumas reivindicações importantes, como a inclusão do bioma Caatinga como patrimônio nacional e a aprovação no Congresso Nacional da Política Nacional de Combate e Prevenção à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca. A Declaração foi apresentada nos eventos paralelos da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável - Rio+20. Uma das principais bandeiras é a universalização do acesso à água. Entre as ações pontuadas no documento estão o incentivo à implantação de sistemas agroflorestais como alternativa sustentável de produção, a priorização da agricultura familiar sustentável e o fomento a linhas de crédito oficiais para atividades sustentáveis na Caatinga.

Fonte: Tribuna do Norte

sábado, 14 de julho de 2012

ELEIÇÕES/2012: PROGRAMA "NAÇÃO NOVA CRUZ"

 Eduardo e Claudio no inicio do programa 
 Radialista, Eduardo Vasconcelos abordando assuntos de interesse da sociedade
 Radialista, Lenilson Cunha sempre coerente com suas colocações
Radialista, Claudio Lima, Coordenador do Programa "Nação Nova Cruz"

Hoje o Programa "Nação Nova Cruz" transmitido pela Rádio Agreste FM - 107.5 todos os sábados ao MEIO DIA destacou a Campanha VOTO NÃO PREÇO TEM CONSEQUÊNCIA .

Todos os radialistas presentes: Claudio Lima, Eduardo Vasconcelos e Lenilson Cunha foram unanimes em afirmar a importância da campanha patrocinada pelo Ministério Público Federal - MPF juntamente com o Ministério Público Estadual - MPE/RN alertando os candidatos e principalmente os ELEITORES que é CRIME a TROCA, COMPRA ou VENDA do VOTO.

O Eleitor tem que votar consciente. Procurar conhecer os candidatos, seus projetos, suas propostas, o que eles fizeram ou deixaram de fazer.  Cuidado com propostas impossíveis de realizá-las, ou seja, propostas absurdas.

Quem troca ou vende o voto terá consequências graves com a justiça e principalmente para com a sua cidade, já que o mesmo ajudou a eleger um CORRUPTO !  Pois quem é HONESTO, Ético e Verdadeiro não induz o eleitor a vender ou trocar seu voto.

Na maioria das vezes as MAZELAS  existentes em nossos municípios são resultados da mal escolha  do eleitor, que não soube escolher sue candidato.  Resultado:  Consequências sérias:  A saúde fica em COMA, a educação passa a ser de mal qualidade, juntamente com a merenda escolar e muitas outras mazelas aparecem.

Outros comentários foram feitos no programa, como a entrevista que o radialista, Eduardo Vasconcelos fez essa semana como Juiz da 12ª Zona Eleitoral, Comarca de Nova Cruz/RN, Dr. RICARDO HENRIQUE DE FARIAS, tirando várias dúvidas dos candidatos como dos próprios eleitores.

Outro comentário importante abordado no programa foi as "obras" que estão paradas a meses no município de Nova Cruz e o sorteio da Controladoria Geral da União - CGU, que ocorrerá dia 23 de julho, ás 10h.  Onde irá sortear 60 municípios que serão fiscalizados.

Finalizando, o programa irá apoiar a Campanha VOTO NÃO PREÇO TEM CONSEQUÊNCIA e alertar a população para que se algum candidato aparecer com segundas intenções tentando ludibriar ou procurar corromper-lo DENUNCIAR DE IMEDIATO AO MINISTÉRIO PÚBLICO ou ao próprio JUIZ ELEITORAL.

Fotos: Eduardo Vasconcelos/Poliana

Mais 60 Municípios serão sorteados para fiscalização da aplicação de recursos


Mais 60 Municípios serão fiscalizados pela Controladoria-Geral da União (CGU) quanto à aplicação de recursos repassados pelo governo para a execução descentralizada de programas federais. 

De acordo com a Portaria 1.434/2012, o trigésimo sexto sorteio de unidades municipais será no dia 23, às 10h. As orientações foram publicadas nesta quinta-feira, 12 de julho, no Diário Oficial da União (DOU). 

Participarão do sorteio os Municípios com população de até 500 mil habitantes, exceto capitais, com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O objetivo da ação é conferir maior transparência e visibilidade à gestão governamental, assegurar a correta aplicação dos recursos públicos, inibir e combater a corrupção e fomentar o controle social. 

Grupos
De acordo com a portaria, os Municípios foram divididos em duas faixas populacionais para a fiscalização, que são:

* Faixa A: composta por Municípios com população de até 50 mil habitantes, em que serão fiscalizados os recursos transferidos pelos Ministérios da Educação, da Saúde e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome; e
       
* Faixa B: composta por aqueles com população entre 50 mil a 500 mil habitantes, em que serão fiscalizados os recursos transferidos pelos Ministérios da Educação e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

De Alagoas, do Espírito Santo, de Mato Grosso do Sul, do Rio de Janeiro e do Tocantins será um Município de cada. Já dos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Paraíba, Mato Grosso, Piauí, Sergipe e Santa Catarina serão sorteados dois. Do Goiás, do Pará, do Paraná, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte serão sorteados três Municípios. Do Rio Grande do Sul e do Ceará serão quatro. Da Bahia, cinco; de São Paulo, seis; e de Minas Gerais, sete.

O sorteio será no auditório da Agência Planalto da Caixa Econômica Federal (filial), no Setor Bancário Sul, quadra 1, Bloco L, Lote 28, 2.º subsolo, em Brasília.

Capacitação

No mesmo dia, ocorrerá o sorteio da 15.ª edição do Programa de Fortalecimento da Gestão Pública. A iniciativa foi criada em 2006 com o objetivo de promover a capacitação dos agentes municipais – de regiões com até 50 mil habitantes – para boa e regular aplicação e prestação de contas dos recursos públicos. Ao todo, serão 24 Municípios. Um de cada Estado, exceto Acre, Amapá e Roraima.

Fonte: Agência CNM e Blog Santo Antonio Oficial.

" Tem muitos municípios do nosso RN que precisa urgentemente da fiscalização da CGU - Controladoria Geral da União, exemplo da cidade de Nova Cruz que está parada no tempo.  A maioria da população se pergunta o que realmente está acontecendo com a cidade.  Os recursos vem?  Por que "várias" obras estão paralisadas?  A população precisa de uma resposta.  Nada melhor se nesse sorteio NOVA CRUZ fosse contemplado para a população tirar todas as suas dúvidas.  Vamos aguardar. " - Eduardo Vasconcelos - Radialista.

Cármen Lúcia quer rigor na aplicação da 'Ficha Limpa'

Cármen Lúcia reúne os juízes do Tribunal Regional Eleitoral para discutir preparativos para o pleito
Em visita ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha deixou um recado claro aos eleitores e aos candidatos nas eleições municipais deste ano: a Justiça Eleitoral está preparada para aplicar com rigor a Lei Ficha Limpa, garantir a segurança das eleições 2012 e o pleno exercício do direito democrático do voto. A ministra esteve no TRE/RN, no final da manhã de ontem, 13.


"Estou aqui para dizer a todos os juizes eleitorais", afirmou a ministra Cármen Lúcia, "que o TSE está junto com os TREs, para garantir que o pleito vai se passar de maneira ordeira, pacífica e séria para que o cidadão exerça plenamente seu direito e os juizes exerçam o seu trabalho com absoluta tranquilidade". Até 7 de outubro, data das eleições municipais, a ministra Cármen Lúcia visitará todos os 26 TREs, que estão organizando eleições municipais este ano.  Após a visita no RN, a presidente do TSE seguiu para o estado da Paraíba.

A ministra adiantou que, pelo menos, onze estados, entre eles, o Rio Grande do Norte, já pediram reforço da Força Nacional de Segurança para alguns de seus municípios. Segundo ela, o TRE/RN solicitou reforço da segurança nacional para três zonas eleitorais. A ministra não revelou quais seriam essas zonas eleitorais e explicou que todas as solicitações estão sendo previamente analisadas, para que sejam definidas as prioridades e os casos mais relevantes, onde a ajuda não pode ser dispensada.

Quanto a Lei Complementar 135/2010, a Lei Ficha Limpa, a ministra Cármen Lúcia, garantiu que "será aplicada no seu rigor, com absoluta eficácia jurídica e efetividade social". "No Brasil, somos craques em doutrinas, em ótimas leis, mas temos dificuldades na aplicação das leis e na sua efetividade social", criticou. Ela fez um apelo aos juizes para que as dificuldades sejam trazidas de maneira objetiva e concreta aos TREs e que estes apelem ao TSE "no que acharem que precisam de respaldo". A eleição deste ano é a primeira eleição em que a Lei Ficha Limpa será aplicada. 

Na opinião da ministra, a lei é um recado claro da sociedade: "Ninguém aguenta mais corrupção". A lei Ficha Limpa, pontuou a ministra, "precisa ter eficácia porque se isso não acontece gera descrença". Ao falar a juizes, desembargadores do TRE/RN, procuradores eleitorais, chefes cartoriais, servidores do judiciário eleitoral, e ao presidente do TRE/RN, Saraiva Sobrinho, a ministra Cármen Lúcia reafirmou apoio e respaldo aos Tribunais Regionais. 

"Estou vindo aos tribunais",  afirmou a ministra, "para dizer aos juízes que não estamos pendurados em gabinetes, desconhecendo as dificuldades pelas quais eles passam. Estamos à inteira disposição para tentar ajudar a solucionar tudo que seja de nossa competência e para fortalecer os TREs para que os juizes possam exercer suas competências na plenitude, com segurança, legalidade e conforto intelectual e pessoal". 

A ministra assegurou que o TSE e os tribunais regionais estão preparados para dar todo o suporte para  que se tenha aplicação  plena do Código Eleitoral, da Lei complementar 135, de toda a legislação, como quer o povo brasileiro.  "Cada vez mais", disse ela, "o que queremos é campanhas limpas, candidados com ficha limpa e cidadão com voto limpo". 


Fonte: Tribuna do Norte

Bandidos tentam invadir casa de Carla Ubarana; ex-servidora do TJ também sofre tentativa de homicídio


 Sem contar com a proteção policial desde que teve a prisão domiciliar revogada no dia 30 de maio, Carla Ubarana tenta retomar as atividades cotidianas normalmente. Porém, no fim do mês passado, ela sofreu um ataque por parte de um criminoso quando buscava a filha na escola. O bandido teria tentado perfurar, pelas costas, a região do tórax de Ubarana, que conseguiu se defender. O homem, que não foi identificado, fugiu e ela não teve ferimentos graves. Informações de pessoas próximas ao casal dão conta de que o caso já está sendo investigado pela polícia, que terá mais um crime para desvendar.

No fim da noite de ontem (12), quatro homens chegaram à residência do casal, no Tirol, e iniciaram uma ação para invadir o imóvel. Eles cortaram a eletricidade da casa para que o alarme e as luzes fossem desligadas e, em seguida, um dos criminosos chegou a subir no telhado. Carla Ubarana e George Leal, que estavam em casa, notaram a ação. Porém, existe um gerador no imóvel que é acionado automaticamente quando há uma queda de energia. Quando o equipamento começou a funcionar, as luzes acenderam novamente e o alarme da casa disparou, assustando os homens que buscavam invadir o local.

Logo após a ação dos criminosos, a polícia teria sido acionada. Os advogados do casal já estudam a possibilidade de discutir junto ao Ministério Público a revisão sobre a necessidade de disponibilizar de segurança policial ao casal. Até o momento da revogação da prisão domiciliar, a residência estava protegida por policiais militares do Batalhão de Operações Especiais.

Tribuna do Norte - Blog da Gláucia Lima

sexta-feira, 13 de julho de 2012

NAPOLEÃO BONAPARTE - REFLEXÃO


Dizem que Napoleão Bonaparte classificava seus soldados em quatro tipos:
1. Os inteligentes com iniciativa;
2. Os inteligentes sem iniciativa;
3. Os ignorantes sem iniciativa;
4. Os ignorantes com iniciativa.

Aos inteligentes com iniciativa, Napoleão dava as funções de comandantes gerais, estrategistas. Os inteligentes sem iniciativa ficavam como oficiais que recebiam ordens superiores e as cumpriam com diligência. Serviam de elo de ligação entre os primeiros e os terceiros. Os ignorantes sem iniciativa eram colocados à frente da batalha – buchas de canhão, como dizemos.  Os ignorantes com iniciativa, Napoleão odiava e não queria em seus exércitos. Trazendo esta sabedoria para os dias atuais, vemos como ela pode nos ajudar a dirigir nossos trabalhos. Uma pessoa com iniciativa mas sem nenhum conteúdo pode atrapalhar qualquer empresa ou gestão.

Por Cristiano Goes

" Inclusive na Política ! " - Eduardo Vasconcelos-radialista

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Presidente do TSE vem ao Rio Grande do Norte amanhã


http://tribunadonorte.com.br/
Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia, visitará mais dois Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) nesta sexta-feira (13). Pela manhã, ela estará em Natal para se reunir com o presidente do TRE do Estado, desembargador Francisco Saraiva Sobrinho, e com juízes eleitorais e chefes de cartório do Rio Grande do Norte. O objetivo é discutir as diretrizes do trabalho da Justiça Eleitoral neste ano.

No período da tarde, ela irá a João Pessoa, onde se encontra com magistrados da Justiça Eleitoral na Paraíba. À noite, a ministra encerra o "Seminário de Aprimoramento Eleitoral para as Eleições 2012", realizado pela Justiça Eleitoral paraibana. Ela falará logo após palestra do ministro do TSE Arnaldo Versiani sobre as resoluções do TSE para Eleições 2012.

Ao todo, a presidente do TSE visitou nas últimas semanas TREs de oito Estados (PR, MG, GO, ES, RR, RJ, PI e MA), além do Distrito Federal. O objetivo das viagens é conversar com os juízes eleitorais sobre as eleições municipais deste ano.

Com informações da Justiça Eleitoral

Fonte: A Verdade (Fernando).

ELEIÇÕES/2012: POPULAÇÃO TEM PARTICIPAR, VOTO É COISA SÉRIA !


A população brasileira precisa participar de forma Consciente e Politizada.  Como?  Primeiro participando das Campanhas Voto Não Preço Tem Consequência e Ficha Limpa.  Candidatos e eleitores que negociam seus votos, comprando, trocando ou vendendo é CRIME, denuncie ! Ambos estão cometendo um crime grave !  Uma outra forma é o de analisar com cuidado aqueles candidatos que constam nas listas do TSE, TRE/RN e PRE/RN, ou FICHA SUJA !  Esses devemos dar NOTA ZERO, não votando NELES !  Só lembrando:  O Projeto FICHA LIMPA foi de autoria da SOCIEDADE BRASILEIRA, onde obteve + de 1.500.000 assinaturas, ou seja um Projeto Popular !

Analise as propostas dos candidatos, veja o que eles já fizeram de concreto em prol da população e veja também o que eles não fizeram, sabemos que uma grande parte só nos fizeram foi RAIVA !  E nos decepcionaram.  Esses nós o colocamos, mas nós temos condições de TIRÁ-LOS !

Político que chega em nossa casa prometendo o céu e a terra, tentando mais uma vez nos ludibriar, BOTE ELE PARA CORRER!  

Fazendo isso VOCÊ estará contribuindo e muito para que a nossa cidade não caia em mãos de pessoas sem caráter, pessoas que só visa seu bem estar, esquecendo do POVO !

Precisamos acabar com os chamados cabos eleitorais que negociam o voto da gente como se fossemos gado.  Voto tem ser conquista no debate, nas propostas de idéias e na seriedade de cada candidato e eleitor.

Seja CONSCIENTE, faça a sua parte, PARTICIPE!  Saiba escolher de VERDADE seus candidatos.

Escrito por: Eduardo Vasconcelos-radialista e bloguista.

terça-feira, 10 de julho de 2012

PREFEITURA DE NOVA CRUZ É CAMPEÃ EM PINTURA !


Fachada do Mercado Público, mas e a porta, combina?

Andam comentando por ai que a Prefeitura Municipal de Nova Cruz é campeã em pintura.  Agora chegou a vez do Mercado Público, mas a uma contradição como mostra a recente foto tirado a pouco minutos por um fotografo de plantão.  Uma das portas "fechada" com a ajuda de um banco, É BRINCADEIRA UM NEGÓCIO DESSE, ou melhor, É UMA PIADA!

São obras ou melhor são "reformas" que ficarão na memória do nosso povo.

O referido mercado precisa urgentemente de uma reforma geral, sem esquecer  da sua higiene para proporcionar um ambiente saudável , a população vem a muito tempo aguardando por isso.  Tá registrado.
</

A mãe de todas as eleições


Publicado por Robson Pires
Se você não conhece um candidato a vereador pessoalmente, melhor repensar sua inserção na vida política da sua cidade. Nas próximas eleições, mais de 400 mil pessoas devem se candidatar a um assento numa câmara municipal. É 1 candidato a vereador para cada 320 eleitores, na média brasileira. Ou seja, há uma boa chance de qualquer um ter um primo, um vizinho, um colega de trabalho ou escola que seja candidato.
As probabilidades, é claro, variam de lugar para lugar. Quanto maior a cidade, menor a chance. Em São Paulo, o risco de trombar com um postulante (1 em 7 mil) é uma pequena fração do que é em Araguainha (MT), com seus 21 candidatos para 925 eleitores. Isso não serve de desculpa, todavia.
É improvável que a Câmara da pequena cidade mato-grossense empregue um garagista com salário de R$ 23 mil – até por falta de garagem. A de São Paulo sim.
Na média, o candidato a vereador é cinco anos mais novo do que o candidato a prefeito, além de ter passado menos tempo na escola. Tem 45 anos, é homem e não chegou a completar o ensino médio. A maioria é de casados, embora 1 em cada 3 ainda seja solteiro.
Tem uma boa chance de ser servidor público municipal. Se não, é provável que seja agricultor ou comerciante. Se for mulher, dona de casa ou professora.
Por José Roberto Toledo, O Estado de S.Paulo